Horarios De Atendimento

Segunda 20 Hs - Mãe Ana e Pai Pequeno Pai Adilson
Quartas 20 Hs - Pai Ney e Mãe Hosana
Quintas - 20 Hs - Pai Afonso e Mãe Gislaine
Sextas 20 Hs - Mãe Sueli e Pai Joaozinho
Sabados 19 Hs - Mãe Sueli e Pai Joaozinho


Primeira Terça Feira - 20 Hs - Desenvolvimeto
Segunda Terça Feira - 20 Hs - Palestra
Terceira Terça Feira do mês - 20 Hs - Gira de Cura
Quarta Terça Feira do mês - Gira Cigana

Endereço - Rua Meciaçu 145 Vila Ipe - Campinas SP


quarta-feira, 23 de julho de 2014

GIRA DE CIGANOS COM YAGO NUNES – 22/07/2014

Resumo doque foi feito e conversado para reflexão.
Quem sabe mais pessoas na próxima gira.

Durante o bate papo com o cigano Yago, ele levantou e respondeu algumas questões:

- Todos os ciganos falam a mesma língua?
Não. Não podemos confundir o espírito cigano com o cigano encarnado. Os ciganos encarnados seguem algumas culturas próprias de sua natureza. Os espíritos ciganos são como os guias caboclo e preto velho; não necessariamente foram um na última encarnação, mas possuem alguma afinidade com a linha.

- Todos os ciganos sabem mexer com magia?
Não, porque nem todos foram ciganos. Muitos são espíritos que encontraram na linha cigana a oportunidade vibracional ideal para seus trabalhos.


Durante a conversa leu e relembrou algumas regras do terreiro da vó Benedita:
- Ninguém deve fazer adivinhação no terreiro, nem mesmo entidades, isto porque as pessoas, segundo a concepção da Umbanda, não estão preparadas para o que irão ouvir de uma adivinhação. Poderia prejudicar muito mais do que ajudar. (Fora da Umbanda sim os ciganos trabalham normalmente com isso)
- Ninguém tem autorização para usar armas brancas no terreiro.

Sobre uma breve explanação a respeito dos guias ciganos, disse que os mesmos iniciaram seus trabalhos na umbanda na década de 60. Deixou claro que não trabalham em terreiros onde haja vaidade, pois eles trabalham com o amor puro e o sentimento de vaidade é exatamente o oposto do amor.
A intenção dos ciganos é quebrar paradigmas, preconceitos e trabalhar o amor. E a atuação é focada na cura mental mais do que qualquer outra coisa.

Yago Nunes se apresentou como tendo sido em sua última encarnação um médico da região de Mirandela (Portugal).

Sobre as maçãs: remete à história de Adão e Eva no Paraíso e a maçã da serpente. A maçã é a simbologia para a mudança, a renovação, a abertura da visão.

Falou que alguns sinais podem indicar de que região são os ciganos. No caso dele, carrega duas fitas na cintura (uma vermelha e outra verde) formando a bandeira de Portugal.

Segundo orientação do cigano Yago, a gira de ciganos é uma gira como outra qualquer. Deverá ser aberta normalmente, cantando aos orixás. Poderá ser utilizado o atabaque. Os ciganos é que se adaptaram a Umbanda e não a Umbanda que deve se adaptar a eles.(Diferente de se fazer uma festa cigana)

Os Orixás que abençoam a linha dos ciganos são principalmente Egunitá e também Xangô. Egunitá pela energia, forma de trabalho e manipulação da energia do fogo.
E essa é outra confusão que não pode ser feita. A Santa Sara Kali é a padroeira dos ciganos encarnados. Os guias da linha cigano são abençoados pelo Orixá Egunitá.
E deverá ser comprada uma imagem de Egunitá para colocar no congá para a próxima gira.

Disse que todo o trabalho que estamos fazendo está sendo acompanhado mas que não há muito tempo para tentar, precisamos agir rápido.

Para a próxima gira o Afonso está incumbido de descobrir uma forma de manter a fogueira acesa o tempo todo. Quando o fogo apaga, os ciganos vão embora e portanto deverá ficar acesa o tempo todo. Os pedidos da consulência poderão ser jogados na fogueira.

Não há problemas de dar passagem para a Pombo Gira Cigana nos trabalhos de ciganos pois foi ela quem abriu os caminhos para essa linha na Umbanda (Marcelo contou uma história de redenção da Pombo Gira Cigana, mostrando porque ela é considerada tanto rainha quanto cigana).

Yago ainda falou que logo iniciarão os atendimentos e aí deveremos fazer a gira quando houver uma semana a mais no mês, e quando for o número normal de semanas, poderão vir na gira de pretos velhos por ser a de vibração mais próxima à linha de ciganos.

Falou bastante da questão de cruzar a linha, dizendo não podermos nos prender a algo que não tem fundamento, já que a tanto tempo temos giras conjuntas (ex: baiano e marinheiro) que dão certo por conta da firmeza da casa e dos médiuns.

Ele pediu um fado português para a próxima gira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Alguns textos, poemas e fotos foram retirados de variados
sites, caso alguem reconheça algo como sua criação e não
tenha sido dado os devidos créditos entre em contato.
''A intenção deste blog não é de plágio, mas sim de espalhar conhecimento..."
Joaozinho

paijoaozinho@terreirodavobenedita.com