Horarios De Atendimento

Segunda 20 Hs - Mãe Ana e Pai Pequeno Pai Adilson
Quartas 20 Hs - Pai Ney e Mãe Hosana
Quintas - 20 Hs - Pai Afonso e Mãe Gislaine
Sextas 20 Hs - Mãe Sueli e Pai Joaozinho
Sabados 19 Hs - Mãe Sueli e Pai Joaozinho


Primeira Terça Feira - 20 Hs - Desenvolvimeto
Segunda Terça Feira - 20 Hs - Palestra
Terceira Terça Feira do mês - 20 Hs - Gira de Cura
Quarta Terça Feira do mês - Gira Cigana

Endereço - Rua Meciaçu 145 Vila Ipe - Campinas SP


sábado, 23 de fevereiro de 2013

“Se eu sair, o terreiro fecha e acaba”



Quantos de nós, umbandistas, não ouvimos essa expressão nos terreiros de Umbanda que freqüentamos? E o pior, quantos de nós já não dissemos isso?
Caríssimos irmãos em Deus, muitas vezes, levados pelo orgulho ou pelo egoísmo, temos tal atitude ou ouvimos isso de algum irmão nosso. Quando falamos de nossa religião, de nossa crença, não devemos nos levar ao impulso de achar que somos os verdadeiros “donos da razão”, os únicos corretos e certos dentro do terreiro.
Em uma sessão mediúnica, é comum vermos irmãos médiuns com seus guias de luz, mentores espirituais da Seara Divina, trabalhando de uma forma diferenciada da nossa. Contudo, isso quer dizer que estão trabalhando errado? Que somente nós ou nossos mentores estão corretos? Será incorreta a sabedoria de um preto-velho ou caboclo apenas porque nós não compartilhamos da mesma ideia ou opinião?
Muitas vezes, elevados pelo falso sentimento de alegria devido a elogios que recebemos com os feitos alcançados pelas entidades desencarnadas, pensamos ser superiores aos “pobres” médiuns que estão ao nosso lado, isso quando muitas vezes não nos encontramos “superiores” ainda aos Diretores Espirituais, dirigentes dos terreiros que freqüentamos. Criticamos, fofocamos e falamos mal de algum irmão que, assim como nós, está dentro do terreiro para auxiliar na caridade divina. É esse o verdadeiro intuito da Umbanda desde a sua formação?
Amados, devemos perceber que a única forma de alcançar os ensinamentos do Mestre Jesus e de seu evangelho, onde a religião de Umbanda é calcada, é adquirindo a humildade, a sensatez, a pureza e a caridade divina, mudando o nosso interior, deixando de lado as mágoas, as tristezas e os sentimentos que nos fazem esmorecer. Lembremos e tomemos como exemplo os nossos irmãos espíritas, que dizem ser a Reforma Íntima a nossa evolução espiritual. Não que seja fácil e simples a assimilação de novos conceitos, novas formas de avaliar e pensar a vida. Mas importante se torna essa Reforma, se queremos nos melhorar e alcançar os fluidos emanados pelo Divino Criador, pelos sagrados Orixás e pelos espíritos trabalhadores do bem.
Lembre-se, dessa forma, que caso você saia, o terreiro não fecha. Ao contrário, ele estará lá, sempre, e de portas abertas para recebê-lo de volta, assim como fez o pai com o filho pródigo, acolhendo-o e fazendo-lhe uma festa, pois antes, esse estava perdido e se reencontrou, estava morto e reviveu.

http://umbandadivina.wordpress.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Alguns textos, poemas e fotos foram retirados de variados
sites, caso alguem reconheça algo como sua criação e não
tenha sido dado os devidos créditos entre em contato.
''A intenção deste blog não é de plágio, mas sim de espalhar conhecimento..."
Joaozinho

paijoaozinho@terreirodavobenedita.com