Horarios De Atendimento

Segunda 20 Hs - Mãe Ana e Pai Pequeno Pai Adilson
Quartas 20 Hs - Pai Ney e Mãe Hosana
Quintas - 20 Hs - Pai Afonso e Mãe Gislaine
Sextas 20 Hs - Mãe Sueli e Pai Joaozinho
Sabados 19 Hs - Mãe Sueli e Pai Joaozinho


Primeira Terça Feira - 20 Hs - Desenvolvimeto
Segunda Terça Feira - 20 Hs - Palestra
Terceira Terça Feira do mês - 20 Hs - Gira de Cura
Quarta Terça Feira do mês - Gira Cigana

Endereço - Rua Meciaçu 145 Vila Ipe - Campinas SP


quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

A Missão dos Cambones na Umbanda



Fonte http://blog.terreiro-pai-guine.com

Cambonos
O percurso de um médium de Umbanda dentro de um terreiro, costuma se iniciar, normalmente, aquando de uma visita como assistente a uma gira, num Templo. Muitas vezes, se dirigem até lá com o intuito de serem auxiliados por um Guia Espiritual para resolução de seus problemas materiais. Depois, o caminho costuma ser natural, podendo o médium aceitar ou não, seu percurso espiritual como membro de um Centro de Umbanda. Quando o médium não é de incorporação ou ainda não está desenvolvido para que o transe aconteça, começa por ter funções como cambone de entidades que prestem seu auxílio dentro do Centro.
Muitos são aqueles que atribuem pouca importância ao cambone dentro de um terreiro. Suas funções no Templo são tão importantes como as dos médiuns incorporantes pois são eles que fazem a ponte das comunicações e dos trabalhos entre os guias dos médiuns incorporantes e os consulentes atendidos por eles. Essa ponte interliga, a energia vibratória entre Guia Espiritual/consulente, além de facilitar a interpretação das mensagens comunicadas pelos guias espirituais dos médiuns incorporantes.
Ser cambono é um cargo de extrema importância e é necessário possuir muito conhecimento para que este se aperfeiçoe nos seus trabalhos espirituais e colabore de forma activa e eficaz no decorrer dos mesmos. Zelar pelo bom atendimento; ajudar a dinamizar as consultas; facilitar o trabalho das entidades servindo como seu intérprete fidedigno no decorrer das sessões espíritas; facultar os apetrechos dos guias rapidamente; observar atentamente o culto a todas as entidades para que sua prestação activa seja mais eficaz; observar atenciosamente todos os procedimentos normais para que se saiba identificar os mais estranhos e, assim, comunicá-los aos Guias-Chefes ou ao Dirigente do Centro na hora ( tanto comportamentos dos médiuns como das incorporações). Além de todas estas funções, é de inteira responsabilidade do cambone inteirar-se àcerca dos materiais usados pelas entidades ( bebidas, pembas, ervas, tabaco, velas, etc...) para que sempre estejam à disposição da entidade quando esta os solicite. O sigilo e a discrição são dois juramentos que todos os cambones deverão fazer pois, os assuntos particulares ali tratados só dizem respeito à entidade e à pessoa em questão.
O cambone pode cambonar os guias de um só médium, como cambonar os guias de vários médiuns, dependendo de sua função na casa. No caso do Pai ou Mãe de Santo, seu cambone deverá ser fixo e de alta confiança do Sacerdote, pois necessariamente terá que participar activamente em todas as decisões resolvidas relativamente aos médiuns e ao Centro. Os outros cambones poderão ser orientados antes da gira pelo Sacerdote máximo do Centro, ou por seus braços direitos, para no decorrer da gira, cambonarem alternadamente este ou aquele médium incorporante. Mas, este assunto varia de acordo com os fundamentos  de cada casa e do Dirigente em questão. É essencial se basear nos principios éticos dos fundamentos umbandistas. Por todas estas razões atribui-se aos cambones a designação de médiuns de sustentação. Estes médiuns, tal como os incorporantes, precisam estudar e se inteirar de todos os conhecimentos espíritas a fim de melhor trabalhar na seara do espiritismo dentro da Umbanda. A firmeza de pensamentos e sentimentos para evitar  desiquilibrios emocionais e espirituais é de extrema importância para salvaguardar a segurança dos trabalhos e dos trabalhadores na Umbanda. Apesar de muitos cambones não serem médiuns de incorporação, seus guias protetores podem lhes proteger e dar passes espirituais no astral (em estados de segundos) sem que estes se apercebam. É fundamental que estes médiuns façam suas firmezas e obrigações para que estejam protegidos de maleitas, cargas acumuladas, bloqueios energéticos, etc...
O cambone deverá ser e estar sempre atento tanto aos guias espirituais, como às pessoas, médiuns e assistentes dentro do Centro, para que possa fazer cumprir, caso seja necessário, a disciplina e os regulamentos internos doutrinados.
A assíduidade e pontualidade são valores muito importantes a serem respeitados pelos cambones, pois os Guias Espirituais contam com seu auxílio para poderem actuar no ambiente das energias necessárias aos trabalhos a serem realizados. A discrição e o sigilo àcerca dos problemos ouvidos de cada um deve ser mantida acima de tudo. A menos que por motivo de força maior, seja necessário testemunhar em verdade daquilo que foi mencionado.
Uma conduta sadia moral e espiritual é um dos valores que, não só os cambones mas todos os médiuns deveriam possuir e exercer dentro e fora dos Centros para que não sejamos alvo de cobranças de entidades desiquilibradas que visam nos desmascarar de possíveis erros ou faltas cometidas.
Ser cambone é um cargo repleto de responsabilidade. A função de servir os outros também é um aprendizado. Os valores morais de Humildade, Paciência e Compreensão são sempre trabalhados e deverão ser sempre praticados e exercidos. E a responsabilidade mediúnica destes médiuns é tão importante como a de qualquer outro médium. Seu desenvolvimento mediúnico não é atrapalhado pois sua experiência como cambone lhe aumenta seus conhecimentos e percepções, tanto físicas como espirituais. Muitos Dirigentes, no decorrer de seus trabalhos espirituais, propõem seus mediuns incorporantes a cambonarem outros seus irmãos no Centro, para que possam dar valor a esta função, assim como, desenvolver estes valores morais que tanto são fundamentais aos médiuns na Umbanda. Quem ama esta missão  tem  que se inteirar da importância de suas acções e actos para que possa crescer espiritualmente no caminho face à evolução espiritual.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Alguns textos, poemas e fotos foram retirados de variados
sites, caso alguem reconheça algo como sua criação e não
tenha sido dado os devidos créditos entre em contato.
''A intenção deste blog não é de plágio, mas sim de espalhar conhecimento..."
Joaozinho

paijoaozinho@terreirodavobenedita.com