Horarios De Atendimento

Segundas - 20 Hs - Pai Eric e Mae Ana - Casa de Caridade Itapua

Quartas 20 Hs - Pai Ney

Sextas 20 Hs - Mãe Sueli e Pai Joaozinho
Sabados 19 Hs - Mãe Sueli e Pai Joaozinho

Segunda Terça Feira - 20 Hs - Palestra e Desenvolvimeto
Terceira Terça Feira do mês - 20 Hs - Gira de Cura (Fechada)
Quarta Terça Feira do mês - Gira Cigana

Endereço - Rua Meciaçu 145 Vila Ipe - Campinas SP


sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Exu na Quaresma



Mensagem
por Mauricio D'Ogum

É importante entender que a quaresma é um período Cristão, eles acreditam que neste período os espíritos do baixo astral estão a solta para nos tentar e até terem oportunidade para regenerar.
Por isto, entendemos que nesta época os espíritos sem luz soltos, graças às crendices da legião cristã, se aproveitam desta situação para perturbar as pessoas e influencia las ainda mais em suas vidas.

Realmente é lamentável o comportamento e pratica de alguns Umbandistas, que por falta de estudos e melhor desenvolvimento de suas qualidades mediúnicas, acreditam que neste período não podem e não devem trabalhar com os Exus.

A imagem pejorativa de Exu-diabo, simbolizada por figuras grotescas, com chifres, rabos, pés de bode, tridentes, sendo tal imagem do mal, foi erroneamente absorvida e difundida por alguns umbandistas.

Lamentável, pois tal postura e comportamento somente fundamenta as comparações erradas que EXU seja a manifestação do diabo, demônio e tudo que esteja ligado às coisas do mal.

Em realidade os Exus constituem-se em uma notável falange de abnegados espíritos combatentes de nossa Umbanda. Para nós, são os mais dedicados e devotas servos de Deus.

São hierarquicamente organizados e realizam tarefas atinentes à sua faixa vibratória. São os elementos de execução e auxiliares dos Orixás, Guias e Protetores, tendo, entre outras tarefas, a de serem as sentinelas das casas de Umbanda, de policiarem o baixo astral e anularem trabalhos de baixa magia.

Ao contrário do que pensam e declaram algumas pessoas, (eles) têm noção exata de Bem e Mal. São justos, ajudando a cada um, conforme merecimento e as ordens superiores aquele que a ele pede auxílio.

São os Exus que freiam as ações malévolas dos Obsessores, que atormentam os humanos no dia-a-dia. E nos protegem para conquistarmos ou preservamos o que é nosso por merecimento.

É os vigilantes ostensivos, a tropa de choque que está alerta contra os kiumbas, prendendo-os e encaminhando-os às Colônias de Regeneração ou Prisões Astrais. Por conta disto, que em tudo e para tudo, sua força e presença são invocadas em primeiro plano.

Em algumas ocasiões é comum ver manifestações em templos de Umbanda e principalmente em templos de outras religiões, espíritos que tumultuam o ambiente, promovendo espetáculos circenses, galhofas, e se comportando de maneira deselegante para com os presentes, xingando-os e proferindo palavras de baixo calão, se dizendo ser Exus.

Tal Comportamento não deve ser imputado aos Exus, e sim aos Kiumbas, perturbadores, obsessores e espíritos moralmente atrofiados e que ainda não compreenderam a imutável Lei de Evolução, apegados que estão aos vícios, desejos e sentimentos humanos.

Estes Kiumbas,obsessores e etc., para penetrarem nos terreiros, fingem ser Caboclos, Preto-Velhos, Exus, Crianças etc., cabendo ao Guia-chefe da Casa estar sempre vigilante ante a determinada conduta, como palavrões, exibições bizarras, ameaças etc.

A que ponto pode chegar à ignorância humana em visualizar estes seres espirituais como meros negociantes ilícitos, fazendo dos terreiros balcões de negócios, em total dissonância com o bom senso e a Lei Suprema. Exu não é marionete. Exu não é o diabo. Exu é símbolo de dinamismo, aperfeiçoamento espiritual constante.

É necessário que os Filhos de fé e simpatizantes entendam que é justamente no período da quaresma, quando pela mentalização e crendice, acabam por dar força e liberdade ao baixo astral que necessitamos da proteção, amparo e orientação de nossos Exus e Guardiões.

Não trabalhar ou se socorrer aos Exus no período da quaresma e dar oportunidade e estar a mercê da força do mal e de suas influencias negativas em nossas vidas. Neste período muitas pessoas se perdem e acabam por viver anos em volta a dificuldades e desencontros.

Procurem compreender, aprender e praticar melhor sua religiosidade, sem se deixar influenciar pela religiosidade e costumes religioso de outras religiões. Se você é Umbandista e freqüenta um templo que fecha neste período. É o mesmo acreditar que coisa ruim tira férias, que você não fica doente, que coisas ruins não vão te acontecer e muito mais.

Não deixe de cuidar da sua religiosidade e fique atendo a mudanças de comportamento, um verdadeiro umbandista não se presta e não permite que as influencia do mal o perturbem e muito menos deixa de praticar a caridade espiritual e religiosa por conta de tempo em sua vida.

O verdadeiro umbandista esta sempre atendo e a disposição de ajudar e amparar os irmãos de fé e amparar os espiritos perdidos.



extradido do site: WWW.SOMOSFILHOSDEORIXA.COM.BR

Alguns textos, poemas e fotos foram retirados de variados
sites, caso alguem reconheça algo como sua criação e não
tenha sido dado os devidos créditos entre em contato.
''A intenção deste blog não é de plágio, mas sim de espalhar conhecimento..."
Joaozinho

paijoaozinho@terreirodavobenedita.com