Horarios De Atendimento

Segunda 20 Hs - Mãe Ana e Pai Pequeno Pai Adilson
Quartas 20 Hs - Pai Ney e Mãe Hosana
Quintas - 20 Hs - Pai Afonso e Mãe Gislaine
Sextas 20 Hs - Mãe Sueli e Pai Joaozinho
Sabados 19 Hs - Mãe Sueli e Pai Joaozinho


Primeira Terça Feira - 20 Hs - Desenvolvimeto
Segunda Terça Feira - 20 Hs - Palestra
Terceira Terça Feira do mês - 20 Hs - Gira de Cura
Quarta Terça Feira do mês - Gira Cigana

Endereço - Rua Meciaçu 145 Vila Ipe - Campinas SP


terça-feira, 2 de agosto de 2011

Saudações dos Orixás na Umbanda e Tradução

Quando uma pessoa inicia seus trabalhos espirituais em alguma casa, é muito comum as dúvidas em relação as saudações aos orixás , caboclos , pretos-velhos e etc. Essa tipo de salvação e adoração é um sinal de respeito e admiração a entidade que acabou de chegar. E hoje vou deixar algumas dicas e mostrar as principais saudações e suas respectivas traduções dentro da Umbanda.

Exu – Kóbà Láryè – aquele que é muito falante
Ogun – Pàtakorí – exterminador ou cortador de ori ou cabeça
Oxossy – Ará Unse Kòke Ode – guardador do corpo e caçador
Xangô – Kawó-Kábièsilé – venham ver o Rei descer sobre a terra
Oxum – Orà Yè Yé Ofyderímàn – salve mãezinha doce, muito doce
Yansã ou Oyá – Èpàrèi – venha, meu servo
Omolu e Obaluayê – Atótóo – Silêncio
Yemanjá – Èru Ìyá – senhora do cavalo marinho
Oxumaré – Arrum Bobo(termo Jeje) – senhor de águas supremas
Nanã – Sálùbá – pantaneira (em alusão aos pântanos de Nanã)
Oxalá – Esè Epa Bàbá – você faz, obrigado Pai

Essas são as principais saudações dentro de uma casa. Os orixás principais de um ritual afro.
Quem tiver mais curiosidades deixem nos comentários que iremos responder a todas as dúvidas.

Um grande abraço e muito axé.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Alguns textos, poemas e fotos foram retirados de variados
sites, caso alguem reconheça algo como sua criação e não
tenha sido dado os devidos créditos entre em contato.
''A intenção deste blog não é de plágio, mas sim de espalhar conhecimento..."
Joaozinho

paijoaozinho@terreirodavobenedita.com