Horarios De Atendimento

Segunda 20 Hs - Mãe Ana e Pai Pequeno Pai Adilson
Quartas 20 Hs - Pai Ney e Mãe Hosana
Quintas - 20 Hs - Pai Afonso e Mãe Gislaine
Sextas 20 Hs - Mãe Sueli e Pai Joaozinho
Sabados 19 Hs - Mãe Sueli e Pai Joaozinho


Primeira Terça Feira - 20 Hs - Desenvolvimeto
Segunda Terça Feira - 20 Hs - Palestra
Terceira Terça Feira do mês - 20 Hs - Gira de Cura
Quarta Terça Feira do mês - Gira Cigana

Endereço - Rua Meciaçu 145 Vila Ipe - Campinas SP


segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Reunião de 17.08.2011

Reunião de 17. 08.11

A reunião foi iniciada com a apresentação dos novos membros da corrente: Jonas e Márcia.

Foi recomendada a leitura do Evangelho Segundo o Espiritismo, o Livro dos Médiuns, o Livro dos Espíritos. Também foi destacada a importância da vibração, de se elevar o pensamento e pedir proteção ao anjo da guarda, ao pai e a mãe de cabeça.

A Sueli explicou que os Guardiões não são discriminados no nosso centro. Também foi esclarecido que pode se cruzar as linhas dos trabalhos, mas antes tem que ser pedido autorização ao pai (Joãzinho) ou a mãe (Sueli) do terreiro.

Explicou-se que o segredo de um bom trabalho é uma boa firmeza, tanto da corrente quanto dos Guardiões.

Foi pedido que seja mantida a união, a sinceridade, a franqueza e a lealdade na corrente, e que, caso alguém tenha alguma reclamação, ela pode ser feita diretamente ao pai ou a mãe do terreiro.

Feitas essas considerações, o espírito do Dr. Dr. José Roberto Aiala veio explicar como será trabalhada a linha da medicina.

O Dr. explicou que a base dessa nova etapa é o silêncio e a concentração.

O Dr. Aiala falou que a umbanda está voltando às origens, e que ele estava em nosso centro por indicação do Dr. Malagrida, que é o Caboclo das Sete Encruzilhadas. Ele falou que a umbanda se desvirtuou e que algumas casas foram escolhidas para refazer a umbanda, retomando as origens da religião.

O Dr. Aiala explicou que os trabalhos da linha da medicina não terão cortes ou anestesias. As operações e os tratamentos serão feitos 90% no perispírito, que é a camada energética que liga o corpo físico à alma.

O Dr. esclareceu que a alma tem memória e muita energia, e se ela se ligasse diretamente ao corpo físico, este sofreria muito, por conta da quantidade de informação que seria repassada. Então, para proteger e possibilitar essa ligação entre alma e corpo físico é que existe o perispírito, que é uma camada entre a alma e o corpo físico e funciona como se fosse um filtro, permitindo que somente algumas informações sejam repassadas ao corpo.

O Dr. Aiala ainda falou que não serão feitas consultas diretamente com o corpo médico. As consultas serão feitas com os guias durante os trabalhos e os guias indicarão quais pessoas devem ser encaminhadas para tratamento espiritual.

O Dr. Aiala também explicou a que linha da medicina funcionará com duas equipes – uma masculina e uma feminina. Cada equipe deve ter 03 médiuns trabalhando. A equipe masculina deverá tratar pacientes homens e a equipe feminina, pacientes mulheres. Essa divisão é necessária para evitar comentários maldosos.

A equipe feminina será chefiada pela Sueli com o médium que a acompanha ou com a preta velha – as outras duas mulheres serão filhas de Obaluaiê ou Oxossi. Não havendo filhas desses orixás, devem trabalhar as filhas de Nanã e de Oxum, nessa ordem.

A equipe masculina será chefiada pelo Joãzinho, e contará com mais dois médiuns, filhos de Oxossi ou Obaluaiê. Não havendo filhos desses orixás, devem trabalhar os filhos de Xangô, Cosme e Damião e Ogum, nessa ordem. Porém, deve se poupar ao máximo os filhos de Ogum, pois eles deverão firmar os Exus na porteira do centro, em todos os trabalhos da linha de medicina.

O Dr. Aiala pediu que a Hosana faça parte a equipe feminina e que o Luis faça parte da equipe masculina.

Os médiuns deverão energizar a pessoa, ficar em oração, chamar pela corrente da medicina, mentalizar limpeza.

O Dr. Aiala falou que nunca poderá haver contato físico entre os médiuns e o paciente para não atrapalhar a energização. Se o médium encostar no paciente, mesmo sem querer, deve-se marcar outro procedimento para outro dia.

É muito importante que quando a pessoa for indicada para o tratamento espiritual seja sempre indicado também que ela seja tratada pelo médico da terra, pois o objetivo desse trabalho é aproximar as medicinas.

O Dr. Aiala explicou também que 02 filhos de Ogum, Douglas e Afonso, deverão firmar os exus na porta do centro, do lado de dentro. Os exus irão aplicar tratamento aos pelos espíritos obsessores que eventualmente acompanhem algum dos pacientes. O Dr. Aiala frisou que não podemos ter raiva desses espíritos, e que eles também precisam de tratamento. Os exus os capturarão, os encaminharão ao tratamento necessário.

Os Exus, nessa linha, também deverão trabalhar só de branco.

Os trabalhos serão sempre na primeira segunda do mês, das 20h as 22h. Cada operação deverá durar no máximo 20, 30 minutos.

As preces abrirão e fecharão os trabalhos. Devem ser realizadas 03 ou 04 orações para a abertura e 01 para o fechamento dos trabalhos. Primeiro deve ser feita a limpeza dos médiuns e depois o fechamento dos trabalhos.

No dia dos trabalhos da corrente da medicina deverá ser usado somente roupas brancas e no conga deverá haver somente velas brancas. Todos deverão usar somente a guia de Oxalá. O Dr. Aiala esclareceu que não haverá musica e defumação, somente oração, e que o silêncio e a concentração são extremamente importantes. Também não deverá haver assistência.

Todas as luzes deverão ser apagadas e o ambiente deverá ser iluminado somente com as luzes do conga.

Somente as equipes farão os tratamentos. Os demais participantes da corrente deverão se manter em oração, mentalizando limpeza no perispírito do paciente, buscando sempre manter o pensamento positivo. A corrente de bezerra de Menezes, e da medicina deverá também sempre ser firmada.

Durante a operação, os pacientes deverão estar deitados, coberto com pano branco. O lençol (pano branco) deverá cobrir o corpo inteiro do paciente, e, assim, se ele for tocado por algum médium, não haverá tanto prejuízo, mas deve-se evitar ao MÁXIMO o contato.

O paciente possivelmente entrará em transe. É essencial que paciente participe dos trabalhos durante o mês.

Pode se trocar as equipes de médiuns cada vez que tiver operação.

Os pacientes não devem comer carne vermelha e de porco, não devem tomar álcool e devem descansar 24 horas antes e 12 horas após a sessão. Além do resguardo, os pacientes também deverão comer comida leve.

O Dr. Aiala falou que seria bom entregar material explicativo para a pessoa que vai ser atendida.

O Dr. Aiala explicou que também poderão ser feitas visitas as casas dos pacientes durante o mês e se for mais grave, serão encaminhados ao tratamento espiritual.

O Dr. Aiala falou que será usado álcool, algodão, linha, esparadrapo, gases, compressas e muita água. Também serão usadas bacias de inox - pode ser só uma no meio do centro ou uma para cada equipe.

João pai é o responsável por fazer a lista dos pacientes que serão atendidos. No máximo 3 pessoas para cada equipe.

Os pacientes poderão vir acompanhados de alguma pessoa, que deverá manter silencio. Para facilitar, o centro poderá disponibilizar livros e revistas para os acompanhantes.

O Dr. Aiala ressaltou, mais uma vez, a importância de se manter a boa vibração. Ele ainda explicou que nossa mente é muito poderosa, e que uma vibração baixa pode inclusive chamar mais problemas.

O Dr. Aiala ainda falou que haverá casos que serão prioridade, e que, por isso, deverão passar na frente de outros tratamentos. Esses casos serão analisados caso a caso.

Feitas as explicações, o Dr. Aiala se despediu. Em seguida a Vó Benedita falou sobre a importância de manter a união da corrente e a energia elevada, fechando a reunião com essa mensagem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Alguns textos, poemas e fotos foram retirados de variados
sites, caso alguem reconheça algo como sua criação e não
tenha sido dado os devidos créditos entre em contato.
''A intenção deste blog não é de plágio, mas sim de espalhar conhecimento..."
Joaozinho

paijoaozinho@terreirodavobenedita.com