Horarios De Atendimento

Segunda 20 Hs - Mãe Ana e Pai Afonso
Quartas 20 Hs - Pai Ney e Mãe Hosana
Quintas - 20 Hs - Pai Afonso e Mãe Gislaine
Sextas 20 Hs - Mãe Sueli e Pai Joaozinho
Sabados 19 Hs - Mãe Sueli e Pai Joaozinho


Primeira Terça Feira - 20 Hs - Desenvolvimeto
Segunda Terça Feira - 20 Hs - Palestra
Terceira Terça Feira do mês - 20 Hs - Gira de Cura
Quarta Terça Feira do mês - Gira Cigana

Endereço - Rua Meciaçu 145 Vila Ipe - Campinas SP


sábado, 20 de agosto de 2011

Perguntas e Respostas


Posso acender uma vela para Exú na minha casa?

Claro que sim! Tenha no coração que Exú é guardião, que te ampara e lhe quer bem. Jamais o contrário. Acender vela pra Exú em casa é ótimo, sinal que assim você fortalece sua intimidade com o amigo Exú e garante que ele tenha forças pra te proteger. E lembre-se que se acender uma vela coloque também um cigarrinho e um poquinho de marafo.

O que é de fato um Orixá?

Orixá é energia pura em emanação, que se manifesta no universo. Esta energia é utilizada por determinados espíritos para os mais diversos fins. Os espíritos que trabalham na linha de Ogum, utilizam a energia própria desta linha e assim sucessivamente. Por isso se diz que o Orixá nunca encarnou.

Cada pessoa tem um Orixá?

Cada pessoa por vários fatores desde espirituais, kármicos e físicos tem uma empatia com determinado nivel energético existente no Universo, portanto tem seu Orixá.

Como descobrir o meu Orixá?

Dentro de um templo sério e honesto é o único lugar adequado e recomendado para tal.

Um Orixá é adorado?

Jamais. Adorado só o Pai Maior, Deus, o Criador. Todo o restante é criatura e como obra Divina merece o nosso respeito e admiração. Como devemos respeitar a todas as outras formas religiosas que procuram adorar a Deus, prestando-Lhe respeito e amando-O como nós umbandistas. Se de alguma forma praticarmos o desrespeito, sem sombra de dúvidas estaremos acionando o mecanismo da lei da Ação e Reação e em conjunto a Lei do Retorno. "Existem olhos que exergam além dos montes e no fundo do ser".

Como é o uniforme dos médiuns na Umbanda?

O Uniforme dos médiuns na Umbanda na maioria dos terreiros costuma ser todo branco, pois o branco simboliza pureza, porém isto não é uma obrigatoriedade, pois outras cores também podem ser utilizadas, conforme orientação do mentor espiritual de cada terreiro. Existem terreiros que utilizam uniformes da cor azul, amarelo, verde, etc...

Por que o uniforme é branco na maioria dos terreiros?

Como já mencionado anteriormente, não há uma obrigatoriedade do uniforme ser branco. Normalmente se utiliza o uniforme da cor branca pelo fato do branco simbolizar pureza.

Por que em cada terreiro os médiuns utilizam um mesmo uniforme padrão?

Os médiuns ao utilizarem um uniforme padrão, demonstram humildade e simplicidade, pois estão ali como trabalhadores prontos a servir e ajudar os irmãos necessitados.
Os homens utilizam uma camisa e uma calça. As mulheres utilizam uma camisa e uma saia, alguns terreiros também costumam utilizar um mesmo uniforme para os homens e as mulheres.

Existe mais alguma outra coisa que é colocada nos uniformes?

Sim, normalmente são bordados pontos riscados de Umbanda sob o uniforme. Estes pontos são bordados no peito da camisa ou nas costas.

O que significa os pontos bordados no uniforme de cada médium?

Os mentores espirituais de cada terreiro orientam a cada médium qual o ponto que deverá ser bordado no uniforme , o ponto poderá ser um ponto comum ao terreiro ou o próprio ponto riscado do guia protetor do médium. Este ponto bordado no uniforme visa imantar o uniforme e o médium de uma vibração que irá ser útil na execução dos trabalhos mediúnicos realizados no terreiro.

O que é ser um bom umbandista?

O bom umbandista é médium que ama a Deus de verdade, deve seguir os rituais na mais pura fé, pois afinal de contas, é o próximo que faz o médium evoluir muito rápido, com perguntas e fé. Por esse motivo, quanto mais o médium trabalha e dá de si, é um médium bem evoluído nesta Umbanda, que acolhe como uma mãe seus filhos cheios de pecados e vícios, e encaminham só para o bem. Um filho de fé deve ajudar ao próximo nas horas mais difíceis, não só nas doenças, e sim em tudo, pois o bom médium é um sacerdote. O médium não deve trabalhar em casa sem a ordem dos superiores, isto ocorre sempre ao contrario, pois para um trabalho em casa são necessárias muitas segurança, a final de contas nós trabalhamos com espíritos que desencarnaram há muitos anos na terra. Os médiuns necessitam de fé, não devemos ser maus com os outros, nem brigar, gritar ou agredir, mentir, qualquer que seja a mentira, pois isto pode virar ao contrário. Se somos sacerdotes vamos mostrar a Deus que somos seus filhos mesmos como Jesus o foi, afinal, nossa passagem aqui é temporária. Vamos preparar nosso espírito no bem, lembrando que nossos filhos serão nosso espelho. Não façam aos outros o que não queiram que façam com vocês próprios, pois como já foi dito, isso retorna a nós mesmos. Suporte todas as provações que forem postas em seus caminhos, pois não vala a pena tentar ao contrario, pois cada um colhe aquilo que semeou noutras vidas terrenas. Não devemos pensar em Deus só quando a situação está difícil, ou numa doença, e sim em todo momento, pois a cada minuto, a cada instante, Deus esta presente. Será que é necessário ter provas? Afinal de contas aqui na terra só tem valor aquele que da provas, isso é errado, pois a prova é sinal de não acreditarmos em nada. Vamos deixar nossas provas em mãos de Deus. É tão fácil querer receber o amor e carinho, então porque não dar esse carinho? Vamos dar esse mesmo amor, esse mesmo carinho e também compreensão. Todos necessitam de ajuda, vamos ajudar com amor, carinho e humildade. Não é só querer receber, tem que saber dar para receber. Deus não escolhe os filhos para dar seu amor, pois todos os que mandou à terra, tem seu carinho, apoio, em fim, tudo.

Criticar é fácil, mas a verdade é difícil, não tem uma pessoa que diga que não podemos mudar, pois a vida é vida. Dela, a gente tira proveitos, aprende o anjo bom que em nós exista. Tente, se todos tentarem, vão se encontrar com os anjos bons. O caminho de Oxalá é estreito e dolorido, como foi quando ele passou pelo calvário, só que ele nos dá sua mão, por isso, lute, ame, seja simples e tenha fé em Zambi (Deus) e Oxalá (Jesus Cristo).

O que são legiões?

São grandes congraçamentos de espíritos sob um mesmo determínio ou finalidade.

Exemplo: Legião dos Espíritos do reino vegetal.

O que são falanges?

R: São grupos de Espíritos, chamados sob um mesmo ideal ou propósito de trabalho.

Exemplo: Falange das Janainas, forças das águas.

Qual a Finalidade da Umbanda?

A Umbanda tem por finalidade a caridade pura.

Na Umbanda é inadmissível cobrar um centavo qualquer por qualquer tipo de trabalho.

O que seria a figura do guia de luz o qual chamamos de Preto-Velho ou Caboclo?

Os espíritos utilizam vibrações específicas conforme a necessidade do trabalho. Quando nos utilizamos da palavra “vibração” em relação a um “espírito”, estamos nos referindo a roupagem perispiritual utilizada.

Por exemplo: um Preto-Velho, espírito muito vivido e que sofreu os horrores da escravidão, aquentando de forma paciente e perseverante no Bem, todas as provações impostas.

Sabemos que os espíritos são luz e se apresentam de formas variadas, como nós escolhemos uma determinada ”roupa” para irmos numa festa, porque achamos a mesma bonita, desta mesma forma, o espírito utiliza-se de um perispírito de encarnações passadas para se apresentar. Ele se apresenta sob a forma de um Preto-Velho, pois reconhece o quanto aprendeu nesta encarnação. E o mesmo conforme os dons mediúnicos do médium falando em português antigo ou até mesmo falando em línguas como o latim, espanhol, etc.

Por que há afeição dos espíritos por certas pessoas?

A afeição dos espíritos varia de conformidade com os seus sentimentos. Os bons simpatizam-se com os homens de bem, ou susceptíveis de se melhorarem. A verdadeira afeição nada tem de carnal, entretanto, um espírito pode apegar-se a uma pessoa devida a reminiscência de paixão humana. Os bons espíritos fazem todo o bem que podem. Sentem-se ditosos com as nossas alegrias e afligem-se quando não suportamos com resignação os nossos males, principalmente se nos mostramos egoístas e duros de coração. Naturalmente os que nos são mais chegados como parentes e amigos, nos votam maior simpatia, e quase sempre nos protegem conforme o poder que dispõem.

O que são pressentimentos?

O pressentimento pode ser o conselho íntimo e oculto de um espírito que nos quer bem, como também a voz do instinto. Antes de encarnar, o nosso espírito tem conhecimento das fases principais de sua existência, sabendo das provas a que se submeterá. Tendo essas provas caracter assinalado, conservamos em nosso foro íntimo uma espécie de impressão das mesmas, e essa impressão que é a voz do instinto fazendo-se ouvir, é que se torna pressentimento.

As vezes os pressentimentos são pagos e nos deixam na incerteza, quando então, o recurso será sempre a oração ao Pai, para nos tornar-mos mais esclarecidos; outras vezes, porém, recebemos conselhos mas diretos de nosso protetor através das pessoas que nos cercam, das quais se servem para nos advertir.

Em todas as circunstâncias, os espíritos se esforçam para que vivamos o melhor possível: nos ajudam com seus conselhos mediante a voz da consciência que fazem ressoar dentro de nos. Não raro porém, tapamos os ouvidos aos avisos salutares e nos infelicitamos por nossa própria culpa.

Como deve o médium se comportar no dia do trabalho?

1º - O médium deve ter sempre a consciência de nunca comer carne no dia em que irá trabalhar. Carne proveniente de animais de sangue quente podem conter energias contrárias às necessidades do trabalho que será desenvolvido. Além disso, o sangue contêm muita energia que, se usada por espíritos de pouca ou nenhuma luz, pode atrapalhar consideravelmente o bom andamento do trabalho.

Considerando também que na evolução do reino animal, usar-se-á para sua própria alimentação animais que estejam distantes do grau evolutivo do ser humano, ou seja, recomenda-se o uso de peixes para se alimentar evitando animais mais evoluídos afastando-se das energias inerentes a animais sacrificados para nossa alimentação e que nos sejam “próximos”.

Como o dia de trabalho é sagrado, deve-se evitar a todo custo pensamentos pecaminosos, xingamentos, sentimentos de ódio de maneira geral, sexo, frequentar lugares que sugiram alguma ligação com energias que possam ser prejudiciais ao trabalho.

2º - Não lavar a cabeça mas sim o restante do corpo. Não deve também cortar seu cabelo ou qualquer outra ação que envolva a manipulação de seu chakra coronário.
(Obs.: Banho de descarga com as ervas do seu Orixá).

Chegando no terreiro...

3º - Saudar as Tronqueiras:

Saudar Seu Tranca Ruas, bater palmas três vezes.

Pedir proteção, pedir ajuda nos trabalhos.

Pedir para limpar seu corpo de larvas e miasmas astrais e bater palma três vezes.

3º - Pedir licença para entrar no terreiro. Considere sempre que o chão do terreiro é um solo sagrado e é onde serão desenvolvidos todos os trabalhos. Portanto se faz necessário pedir licença para pisá-lo.

Para pedir licença para pisar no terreiro deve-se tocar o chão com o dedo anelar, tocando-o 3 vezes, descrevendo um triângulo, (tríade Caboclo, Erê e Preto-Velho) e em seguida tocar a fronte, o lóbulo parietal e lóbulo occipital (tríade matéria, mente e espírito).

4º - Saudar Oxalá.

5º - Saudar seu Orixá de cabeça. Se não souber ainda qual é seu Orixá de cabeça, bastará saudar Oxalá.

6º - Saudar os atabaques.

7º - Cumprimentar o dirigente.

Por que se tira o calçado ao entrar no “Congá”?

Nós, umbandistas, consideramos o “Congá” um lugar imantado, onde foram fixadas certas forças ou vibrações positivas, que deve estar sempre limpo de fluídos negativos e onde conservamos os pontos riscados destas mesmas forças ou ordens, etc..., mesmo porque, certos preceitos são procedidos nele. Assim, é de obrigação se tirar o calçado, visto este objeto ser anti-higiênico, pois se pisa com ele tudo, às vezes em detritos ou putrefações etc., e, ainda, por querermos estar em ligação desembaraçada e com o elemento terra, sabendo-se que esta é o escoadouro natural das vibrações ou ondas eletromagnéticas...

Por que os médiuns “batem” a cabeça no Congá?

Em relação ao exposto, e mesmo pelo respeito que o lugar impõe, não por ser apenas um santuário, mas pelas ditas forças com que vão entrar em comunhão ou absorver, tendo no pensamento o Deus-Uno ou Oxalá, e ainda como sinal de reverência ao Chefe espiritual da Casa.

Por que os médiuns em trabalho não devem usar anéis, relógios, grampos ou adornos de um modo geral?

Porque esses objetos são geralmente de metal e podem causar distúrbios, visto o médium necessitar ter seus plexos nervosos isentos de quaisquer percalços que possam coibí-los em algo... E mesmo porque, a regra da verdadeira casa umbandista é a simplicidade; detesta exibições de vaidade ou aparências fúteis. Casa espiritual não é casa de modas.

O que são os Banhos de Descarrego?

Banhos de descarregos são basicamente banhos feitos com ervas.

Os banhos de descarrego devem ser preparados através da infusão das ervas. Normalmente usa-se um número ímpar de ervas para fazer os banhos.

Os banhos de descarrego são usados para eliminar, limpar e equilibrar as energias que não fazem parte da “faixa vibratória” do médium, ou seja, mesmo se usando os mesmos ingredientes para fazer o banho, a energia resultante após o banho será de maior afinidade com a pessoa, mesmo que as energias afastadas não sejam “más”.

Deve-se tomar o banho da seguinte forma:

Antes do início dos trabalhos, é muito interessante que o médium tome seu banho de higiene. Após o banho de higiene, deve derramar este infusão de ervas sempre do pescoço para baixo, nunca molhando a cabeça.

Exemplos de ervas e seus respectivos Orixás:

Oxalá : Arruda - Erva Cidreira - Erva de São João - Laranja (folhas) - Alecrim do mato - Hortelâ - Poejo (folhas) - Levante - Erva de Oxalá - Girassol (folhas) - Bambú (folhas).

Yemanjá : unhas de vaca, folhas de lágrimas de Nossa Senhora, erva quaresma, trevo, chapéu de couro.

Iansã : açucena, rosa branca (folhas), erva de Santa Bárbara.

Oxum : oriri de Mamãe Oxum, rosas brancas.

Xangô : limoeiro, erva moura, erva lírio, café (folhas), mangueira (folhas), erva de Xangô.

Ogum : losna, comigo ninguém pode, romã (folhas), espada de Ogum, flecha de Ogum, cinco folhas, macaé, jurubeba (folhas), galhos de pinheiro.

Oxóssi : malva rosa, mil folhas, funcho, 7 sangrias, folhas de aroeira, fava de quebrante (folhas), folhas de frutas silvestres.

Obs.: Em todos os banhos pode-se colocar Arruda, Guiné ou Alecrim.

E por que não se deve molhar a cabeça durante o banho de descarrego?

A função principal do banho de descarrego é equilibrar as energias do plano material. Considere que o seu corpo é que precisa ser equilibrado para que você possa desenvolver bem seus trabalhos durante uma gira.

É necessário, portanto, limpar e equilibrar todos os cinco chakras “principais” que se situam do pescoço para baixo.

Excetuando-se o chakra do terceito olho (espiritual) e o chakra coronário (divino), todos os outros precisam ser limpos e equilibrados.

Sendo a religião que nos ensina os nossos destinos, depois da morte, qual é a natureza intima do homem? Não é só o corpo?

Não: o corpo humano não é mais do que um instrumento de que os espíritos se servem neste mundo para trabalhar, pelo seu adiantamento. Por acaso da morte “o homem espiritual” abandona o corpo como nós fazemos com roupa velha.

Então é ao homem espiritual, que dão o nome de espírito?

Perfeitamente, todas as criaturas são espíritos revestidos de corpos carnais.

Neste caso o espírito não nasceu quando o corpo nasceu?

O espírito vive antes no espaço e se encarna no nosso e em outro mundo tantas vezes quantas forem necessárias ao seu adiantamento.

E o animais também são espíritos?

Também, mas muito mais atrasados do que o homem, mas imortais e sucessíveis ao aperfeiçoamento, pois o progresso é uma lei de Deus, e sendo os animais criaturas de Deus, não seria justo que Deus os criasse para deixá-los morrer para sempre.

Como pode um espírito viver no outro mundo sem corpo?

Os espíritos possuem corpo de uma matéria fluídica e quanto mais adiantados eles são, tanto mais fino e brilhante é o corpo que os reveste.

Neste caso os espíritos reconhecem-se uns aos outros?

Sim, visto que tem um corpo. Reconhecem-se como nós reconhecemos os parentes e amigos.

Até os espíritos dos animais tem corpo?

Tem, semelhante na aparência, com o corpo que tinham na terra. E a este corpo que damos o nome de perispírito.

Os espíritos andam mais depressa do que nós?

Muito mais depressa do que os nossos mais velozes veículos e aeroplanos, transporta-se de um a outro lugar com uma velocidade incrível, conforme o grau de adiantamento e a tarefa que tiverem no espaço.

Por que não vemos os espíritos?

Pela imperfeição de nossos órgãos visuais, assim como não vemos o ar que respiramos e as estrelas a luz intensa do sol.

Os espíritos foram criados bons ou maus?

Deus criou todos os espíritos simples e ignorantes, cada um chega mais ou menos depressa á perfeição, conforme o uso que faz de sue liberdade.

Isto quer dizer que não existem anjos e diabos conforme ensinam as seitas religiosas?

Perfeitamente, assim como não existem apenas eternas e inferno.

E aqueles que fazem mal aqui?

Sofrem na outra vida o castigo do mal que aqui praticarem e se encarnam novamente para reparar as faltas que cometeram.

O espírito pode então durar 1.000 ou 2.000 anos?

Milhares de milhares de quatrilhões, de sestilhões de anos. O espírito nunca morre, o universo é infinito e o espírito imortal, e quanto mais vive, mas sábio e mais feliz se torna, mais liberdade tem para ir onde quer, mais conhece e aprecia as obras da criação.

A Umbanda pode melhorar ou endireitar a vida de alguém?

Não é só a Umbanda que pode fazer isso, todas e quaisquer religiões são boas, basta fé e confiança em Deus

Quais as finalidades dos trabalhos na Umbanda?

São muitas, entretanto podemos citar algumas: Obter comunicações com espíritos, os quais possam dar a seus irmãos terrenos orientações ou conselhos sobre assuntos diversos.

Esses são: Caboclos, Pretos Velhos e Crianças, que nos ajudam de saúde, paz e tranqüilidade.

O que é o Médium na Umbanda?

É aquela pessoa que empresta seu corpo às entidades do Astral, que precisam ou devem-se comunicar com seus irmãos deste plano, bem como trabalhar nele.

Por que se chama de "cavalo" aos médiuns?

Porque é realmente uma simples montaria para a entidade manifestante, medite e concluirá.

Ser filho de Umbanda não é somente freqüentar o terreiro e tomar passes saldando as entidades. Ser filho de umbanda é conhecer e saber como desempenhar quaisquer incumbências, conhecer as mirongas, ou as leis de Umbanda.

O verdadeiro filho de fé cônscio de suas obrigações, deve conhecer os pequenos detalhes da religião que professa, a fim de saber como se conduzir em todos os momentos, não cometendo erros imperdoáveis.

Desta maneira desejamos apenas afirmar que para praticar o bem, basta que estejamos em nosso íntimo sem pensamentos do mal que nos possa prejudicar.

A caridade não se resume em apenas dar de graça o que de graça se recebe. A caridade para ser bem feita, deve-se realizar com amor e carinho; jamais devemos influir nas particularidades de terceiros. Para bem proceder como filhos da Umbanda, como verdadeiros filhos de fé, devemos ter sempre em nossos pensamentos a palavra de Oxalá: "Ajuda-te, que te ajudarei".

O que é Cambono ou Cambone?

Papel de relevada importância, é o médium que ajuda as Entidades durante os trabalhos. Devem estar sempre atentos, com discrição. São o grande elo entre Entidade e Consulente. Ao final dos trabalhos deve esquecer tudo que de pessoal ouviu. Ser cambono é muito importante para o desenvolvimento espiritual.

FUNÇÃO DO CAMBONO:

· Servir a entidade e ao médium;

· Orientar o Consulente;

· Colaborar material e espiritualmente com o médium e com a entidade antes e depois do trabalho;

· Doar energia para o trabalho;

· Orientar o consulente quanto a banhos, entregas, novas consultas, vibrações;

· Prestar atenção na consulta, pois existem regras e regulamentos na Umbanda;

· Trabalhos devem ser efetuados no terreiro, nunca deve ser estendido para casa do médium, consulente ou local da natureza acompanhado pelo médium ou cambono.

CARACTERÍSTICAS GERAIS:

· O cambono deve ser sempre escolhido pelo dirigente da casa;

· Deve apresentar:

Honestidade;

Amplo conhecimento;

Atitudes adequadas;

Respeito e humildade;

Sigilo absoluto;

· Cambono não pode incorporar quando está atendendo a Entidade.

ANTES DOS TRABALHOS:

· Levar todo o material de uso comum da entidade (pemba, velas, bebidas, fósforos, tábua de ponto, ponteiros, fumo, ervas, recipientes, etc.) para o terreiro;

· Pegar papel, lápis ou caneta, relação das consultas e arrumar o local a ser usado;

· Banho de descarrego;

· Vela para o anjo da guarda;

· Saudações habituais.

DURANTE O TRABALHO:

· Servir à Entidade quanto ao que ela necessitar nas saudações, vibrações, etc;

· Durante a vibração, ficar atento à Entidade e ao trabalho que ela realiza sem contudo ser necessário ficar ao lado da Entidade a não ser que ela solicite;

· Autorizado o atendimento, ajudar a Entidade enquanto ela risca ponto e firma o seu trabalho, fornecendo-lhe o material necessário. Prestar atenção nos trabalhos mandados e no que pode e não pode falar;

· Se sentir necessidade pedir uma vibração para se harmonizar, não é necessário fazer disso hábito;

· Conversar com a Entidade quanto ao número de consultas e o tempo disponível para a realização dos trabalhos;

DURANTE OS ATENDIMENTOS:

· Manter-se em sintonia mental com o trabalho da Entidade, para colaborar a nível vibratório;

· Manter atitude adequada, cabeça baixa, concentração, discrição.

· Ajudar a Entidade a expressar-se para o consulente anotando as orientações.

· Fornecer material durante a consulta.

· Vibrações especiais, individuais e trabalhos que fujam ao habitual, só com autorização do dirigente.

· Orientar os consulentes para que não consultem com todas as Entidades ou várias no mesmo dia.

APÓS OS ATENDIMENTOS:

· Conversar com a entidade pedindo orientações quanto ao destino das sobras de material utilizado.

· Proteger o médium durante a desincorporação.

· Solicitar ponto de subida para o Ogan ou Atabaque, quando solicitado pela Entidade.

· Levantar o ponto e destinar material, conforme orientações recebidas.

· Guardar e recolher o material deixando limpo o local de trabalho.

ORIENTAÇÕES GERAIS:

· Atender ao trabalho com amor dedicação e calma.

· Ao se locomover pelo ambiente de ritual, não furar nem costurar a corrente.

· Evitar bater nos médiuns.

· Se precisar faltar, avisar com antecedência o médium ou responsável.

· Ao se afastar da função, após autorização, auxiliar o novo cambono passando orientações a respeito do trabalho com a(s) Entidades.

· Não manter diálogo com a assistência, em geral, para iste existem pessoas designadas.

· Qualquer dificuldade em orientar os consulentes, pedir auxílio aos Capitães ou às pessoas designadas.

· Não atrapalhar o encerramento dos trabalhos levantando ponto ou guardando materiais.

DO CAMBONO:

· Servir também é um aprendizado.

· O trabalho do cambono é tão importante quanto o do médium e o da Entidade.

· A responsabilidade mediúnica do cambono é tão importante quanto a de qualquer outro médium.

· O médium que cambona não atrapalha o seu desenvolvimento. A experiência como cambono lhe é importante no aprendizado.

· Aprende disciplina e doação.

· Orientar a Entidade quanto aos cuidados com o médium.

· Avisar qualquer situação constrangedora aos capitães.

· Levantar o perfil das linhas da Umbanda.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Alguns textos, poemas e fotos foram retirados de variados
sites, caso alguem reconheça algo como sua criação e não
tenha sido dado os devidos créditos entre em contato.
''A intenção deste blog não é de plágio, mas sim de espalhar conhecimento..."
Joaozinho

paijoaozinho@terreirodavobenedita.com