Horarios De Atendimento

Segunda 20 Hs - Mãe Ana e Pai Pequeno Pai Adilson
Quartas 20 Hs - Pai Ney e Mãe Hosana
Quintas - 20 Hs - Pai Afonso e Mãe Gislaine
Sextas 20 Hs - Mãe Sueli e Pai Joaozinho
Sabados 19 Hs - Mãe Sueli e Pai Joaozinho


Primeira Terça Feira - 20 Hs - Desenvolvimeto
Segunda Terça Feira - 20 Hs - Palestra
Terceira Terça Feira do mês - 20 Hs - Gira de Cura
Quarta Terça Feira do mês - Gira Cigana

Endereço - Rua Meciaçu 145 Vila Ipe - Campinas SP


sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Mensagem de Pai Guiné aos Papais



Pelo Médium Danilo Lopes Guedes – 29/07/2011 srcatacumba@gmail.com Revisado por: Raquel Carpani de Oliveira   “Louvado seja o Nosso Senhor Jesus Cristo, nego vai preguntá pra essa zinfiarada:  O que é ser um Pai? Qual é sua função? Qual é o seu direito? Qual é o seu dever? Sunseis, já ouviram muitos dizerem, eu sou Pai de três Fio (Filho(a)s), outros Pai de um, outros intão Pai de uma infinidade desse mundo, mas num importa a quantidade o que importa é o quanto sunseis são Pai. Num é difícil ser Pai, num é cumpricado ser Pai, num é triste ser Pai, e nem ao menos é uma tortura de tronco ou um fardo. Esse Nego pode dizer que: O Pai de verdade é aquele que cria,  Que dá amo (amor),  Que dá atenção,  Que dá educação,  Que dá o pão de cada dia,  É aquele que sabe fala pro seu Fio ou Fia o sim e tumém o não na hora certinha,  É aquele que incentiva, o seu Mureco ou sua Mureca, quando tá desanimado,  Que tá presente em TODOS os momentos,  É o que chora e ri junto, É o grande amigo, parceiro, cúmplice e inté confidente, É o braço direito, o esquerdo que ampara ocê quando cumeça a anda, É o seu segundo passo, que em sombra te acumpanha, se acaso sunce tropeçá, ele estende a mão e te ajuda a levantá, e sorrindo ainda lhe diz: Upa Fio(a) num foi nada continua a caminhá, É aquele que vai respeita o seu espaço e adora quando sunceis “invade” o dele, Em alguns casos é aquele que ajuda e ensina a dar os primeiros passinhos, pedaladas e desviá dos obstáculos da vida,  É aquele que dá Bom dia, Boa Tarde, Boa Noite, Oi e Tchau. Quando sunce cresce um bucadinho e vai dá umas vortinha e logo em seguida sunce volta ele ainda diz: Oi Fio(a) que sardade de ocê, É aquele que diz vai e volta com Deus,  É aquele que te carregou no colo, que te levou para o capa-branca (médico) nas madrugada,  Que sorriu e chorou ao mesmo tempo, quando sunce era pitititico e disse: Papai, É aquele que te beija, te afaga, te elogia e te repreende quando faz as travessura, Não é aquele que o detém ou que te retém, mas é aquele que o tem, no lugar quentinho, confortável e fromozo: No coração... E diz com orgulho: “Esse é meu Fio” ou “Essa é a minha Fia”. O Pai de verdade Pai ama tudo as suas Zinfiarada, num importando se foi gerado no ventre de sua companheira, ou se foi concebido do coração. Esse nego teve muitos Fios, alguns, Nego chegou a conhece, outros Nego nem viu nasce, pois foi arrancado do ventre, por ordem do Sinhô, pra Nega dá de mamá aos fios da Sinhá, dos que cresceram, Nego ensino a caminha.  Esse Nego num apanhava tanto da chibata e quando apanhava não duía tanto na carne, quanto a dor que ardia na alma, de vê seus Fio(a) sendo arrancado sem a chance de um dia aprende a caminha,  Nego as vez recebia a chibata no lombo a mando do Sinhô e quem me batia, por ordem do Sinhô, era o próprio Fio de Nego, mas Nego num culpa seu Fio não, e nem guarda raiva ou mágoa no coração, Nego só pede o Perdão pra Zambi, porque o Fio só tava cumprindo a ordem do Doutô. Esse Nego é Pai, e prefere ser açoitado pelo próprio Fio do que vê-lo no tronco com as lágrimas de dor. Aos que ainda são Fio(a), esse Nego pede muita harmonia, perdão, paz, sabedoria e amor. Aos que são Pai, esse Nego deixa o amor de nosso Grande Pai, Sr. Jesus Cristo, aquele que, um dia, fez entender o que é o Amor verdadeiro, o que é o respeito e o que é uma famía (família),  Que ensinou quando dividir, somar e principalmente multiplicar o que mais temo de valioso o amor. Louvado seja o Nosso Senhor Jesus Cristo e as bênçãos de Oxalá possam cair em vossos cazuás. Esse Nego deixa um afago fromozo nos coração de tudo oceis. Esse Nego é Pai Guiné.”  


Recebida de Sandrinha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Alguns textos, poemas e fotos foram retirados de variados
sites, caso alguem reconheça algo como sua criação e não
tenha sido dado os devidos créditos entre em contato.
''A intenção deste blog não é de plágio, mas sim de espalhar conhecimento..."
Joaozinho

paijoaozinho@terreirodavobenedita.com