Horarios De Atendimento

Segunda 20 Hs - Mãe Ana e Pai Pequeno Pai Adilson
Quartas 20 Hs - Pai Ney e Mãe Hosana
Quintas - 20 Hs - Pai Afonso e Mãe Gislaine
Sextas 20 Hs - Mãe Sueli e Pai Joaozinho
Sabados 19 Hs - Mãe Sueli e Pai Joaozinho


Primeira Terça Feira - 20 Hs - Desenvolvimeto
Segunda Terça Feira - 20 Hs - Palestra
Terceira Terça Feira do mês - 20 Hs - Gira de Cura
Quarta Terça Feira do mês - Gira Cigana

Endereço - Rua Meciaçu 145 Vila Ipe - Campinas SP


terça-feira, 17 de novembro de 2009

Gestos cheios de sentido


Nós umbandistas possuímos uma série de gestos e cumprimentos que sempre são cheios de significados.Desde o primeiro momento desta vida, que entrei para a Umbanda me questionei e procurei saber porque se cumprimenta e se faz aqueles gestos. Como sempre falo, não existe nada em nosso ritual (ritual de nosso Terreiro) que não tenha um significado e que o mesmo seja desconhecido.Talvez por minha formação, talvez por meu espírito excessivamente questionador, não costumo aceitar fazer e refazer ações sem saber o porque estou fazendo-as. E isso passo para todos os membros de nossa casa e para todos que encontro.
Estes gestos e cumprimento passo a postar em nosso Blog a partir de hoje.Para começar quero falar do Bate a Cabeça. No início de nossos trabalhos todos os médiuns batem a cabeça enquanto entoamos um ponto cantado:
"Bate a cabeça filho de Umbanda

Bate a cabeça filho de fé"

e em seguida:
"Para você que é filho de pemba,Para você que é filho de Fé

Vamos bate essa cabeça e peça a Deus o que quiser."
Assim os membros da corrente batem a cabeça em cima dos seus "panos de cabeça" ou diretamente no chão, enquanto a hierarquia passa saudando a todos com o adjá. Este gesto que acontece logo no início de todas as giras não pode e não deve ser um ato mecânico.É um gesto de muito comprometimento e devoção. Afinal, quando batemos a nossa cabeça é o mesmo que aceitarmos, nos subordinarmos à vontade Divina, à vontade dos Orixás, e assim à Lei da Umbanda. Bater a cabeça é aceitar e compreender que estamos todos subordinados à uma Lei Maior e com Ela concordamos. Também é um ato de submissão, uma demonstração de humildade em relação aos Orixás, aos Guias e à Umbanda.Ainda é um ato de renovação de nosso compromisso com a Umbanda, um compromisso com a caridade e como esta religião é o caminho que escolhemos para a iluminação de nosso espírito e daqueles que nos circundam.E diante deste ato em que nos postamos abaixados, temos um momento em que pedimos algo para os nossos Orixás, proteção, luz, enfim, um momento de comunhão com as emanações de Deus para nossos pedidos.Como se pode ver não batemos a cabeça sem um sentido claro e muito profundo.Em nosso Terreiro também batemos a cabeça toda vez que desincorporamos as entidades. Este ato também tem um significado parecido com o anterior, no entanto, mais concentrado no guia que acabamos de receber. É assim um pedido de obrigado por podermos ter sido instrumentos naqueles momentos, e renovarmos nossa intenção de continuarmos sendo aparelhos dos guias e protetores da Umbanda. Ao mesmo tempo faz com que nossos chakras voltem a trabalhar na intensidade normal, comum ao nosso ser.Como podemos ver, todo gesto tem uma razão, e o bate a cabeça não foge a esta regra. Da próxima vez lembre-se de que batendo sua cabeça você está fazendo tudo o que colocamos, concorde com isso e faça-o com respeito e dedicação.Saravá o bate a cabeça! Saravá o Orixá de cada um de vocês!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Alguns textos, poemas e fotos foram retirados de variados
sites, caso alguem reconheça algo como sua criação e não
tenha sido dado os devidos créditos entre em contato.
''A intenção deste blog não é de plágio, mas sim de espalhar conhecimento..."
Joaozinho

paijoaozinho@terreirodavobenedita.com